sexta-feira


É que juro p'la minha saúde que já estou farta de chuva e nevoeiro até aos olhos!

Não há santo que aguente tanta bodega de tanta água!

Se não cai de rajada, é daquela miudinha (que ainda é pior porque se "enfia" debaixo do guarda chuva).

Para a próxima encarnação, raios me partam se não vou viver para o Sahara ou outro local agradavelmente SECO!

Apre!

terça-feira

TaváquicaKikócolo!!


Trava línguas do dia!

Digo eu ao atender o telefone:

Estava aqui com a Kika ao colo!

Mas dito depressa fica qualquer coisa do tipo:

taváquicaKikócolo!!

E apanhámos as duas um valente cagaço!

A música do genérico do Muppet Show não é o toque ideal para se ter no telémovel quando se está muito concentradinho a trabalhar!

;)

Era Pó Resto da Vida e Mais Um Dia...


Imagens tiradas da Net

(com grande tristeza minha, que gostava de as ter tirado com a minha máquina!)

Era mesmo pó resto da vida...

Já me estou a imaginar na rede, a descansar as fadigas!

...

segunda-feira

Socorro!




Hoje ao acordar pensei:

Preparada para uma intensa (alucinante, desesperante e outras coisas acabadas em -ante) semana de trabalho?!

Hmm... deixa pensar... NÃO!
Azarito!

sábado

Quem Vale Realmente a Pena




Ontem, já tarde, ou hoje, ainda cedo, depende da perspectiva, tive uma conversa interessante com uma amiga, sobre como a amizade é uma coisa simples e como só as pessoas que realmente importam se vão mantendo na nossa vida.
As restantes passam por nós, algumas até deixam a sua marca, boa ou má - que estas coisas dos afectos são como as farmácias, há de tudo - mas acabam por não permanecer. E nem sequer nos fazem falta.
Pode até parecer um tanto cruel, ou snob, dizer que há pessoas que já considerámos amigas e que entretanto deixaram de nos fazer falta, mas é assim mesmo e é essa a simplicidade da amizade.
São as personalidades, os interesses, as circunstâncias ou as vidas que não são iguais, que tomam rumos diferentes e que fazem com que as pessoas passem simplesmente pelas vidas umas das outras.
Para mim é um facto claríssimo. Não me causa qualquer espécie nem me choca!

Por isso continuo a dizer o que já disse muitas vezes: na nossa vida, só vai ficando quem vale realmente a pena. O importante é saber distinguir umas pessoas das outras.

Tenho uma amiga fabulosa há mais de vinte anos. Conheço a minha melhor amiga há oito ou nove. Tenho conhecidos e colegas que se transformaram em bons amigos.
Todos são importantes. Quero-os a todos na minha vida.
Para rir, para chorar, para beber uns copos, para tudo e para nada.

Os outros, nem por isso.

Ontem à noite éramos oito.
E para dizer a verdade, só lá faltava uma pessoa, que não está fisicamente perto de nós, mas que também permanece.

O resto vai passando. E está bem assim.

quinta-feira

Azelhice do Dia...




Quando ando mais aflita de trabalho e tenho, por isso, de trabalhar mais depressinha, tenho o péssimo hábito de emperrar em algumas letras ou palavras.
Posso tentar escrevê-las dezenas de vezes que continuam a sair mal; só lá vou de corrector ortográfico!

Já tive a incapacidade de escrever "livro" porque me saía sempre "lovro";
Já tive a incapacidade de escrever "insistir" porque escrevia sempre "inistir"- Na verdade, agora mesmo verificou-se esta falta de habilidade, já que a primeira versão de "insistir" foi escrita de-va-ga-ri-nho e a versão incorrecta é que saiu de rajada.

Pois bem, a azelhice do dia é não uma, não duas, nem três palavras, mas sim qualquer palavra que contenha o sufixo "mente". Qualquer advérbio de modo que se preze, hoje sai, invarialvelmnete mal escrito! (Eu avisei!)
Já desisti de me irritar com isto.
A sério.
Atirei com a toalha ao chão e aceitei as minhas limitações!

Resta-me o consolo de que amanhã é um novo dia e portanto, a miríade de azelhices disponíveis é, como sempre, admirável!

quarta-feira

Vale a Pena Rir!!

Imagem tirada da Net



Aqui está a prova que mesmo nas situações complicadas é possível encontrar um motivo para sorrir!

(Se bem que alguns automobilistas que conheço não só não achariam muita piada ao placard, como ainda se vingariam do atraso sodomizando o engraçadinho com um dos pinos de sinalização!!)

Eu acho que vale a pena rir!

Ainda bem que trabalho em casa!

E por falar em trabalho...

sábado

Bul...shit...



Ou em bom português, bule de merda*, que foi o que encontrei no mesmo lugar onde encontrei dos melhores croissants que já tive o (enorme) prazer de comer!

O puto do bule era de mil novecentos e carqueja, pesado que nem cornos e quente, muito quente!

O saldo do lanche foi, contudo, bastaaaante positivo!
A companhia era do melhor que há, o chá estava bom e os criossants... dizer que são divinais é um understatement!!

Só no fim do lanche é que descobri que também há com chocolate!
Prá semana tou lá batidinha!


* O trocadilho tem direitos de autor! Nuno Mi always on top of his game!!

quinta-feira

Ele há Coisas do Caraças!


Imagem tirada da Net


Há coisas que me ultrapassam.
É uma constatação bastante humilde e absolutamente verdadeira. Há coisas que não consigo avaliar, prever e entender.

Há dias tentei ir dar sangue. Sim, tentei.
Porque não me deixaram.

E pensam vocês:

"Queres ver que afinal ela toma drogas, que contraiu doenças esquisitas recentemente, que tem uma vida sexual promiscua"... pois... não.

Ou então:

"Bem, se calhar viajou para destinos exóticos e foi picada por um mosquito", com grande pena minha (no que diz respeito aos destinos exóticos, pelo menos), também não.

Passo a explicar.

O senhor doutor que me fez a consulta prévia à doação perguntou-me muitas coisas, às quais respondi com a sinceridade que a situação exigia.

- Alguma vez esteve hospitalizada?
- Bem Doutor, estive, mas já foi há mais de 34 anos...
- E qual foi a causa?
- Tive duas paragens cardíacas.
- Ahh, então não pode dar sangue.
- Mas Doutor, eu tinha três meses!
- Não interessa, pode ser muito violento para o corpo.
- Mas já fiz vários electrocardiogramas desde então e está tudo bem.
- Mesmo assim, é muito arriscado. Obrigado pela intenção, mas não podemos aceitar a sua doação.

Ora fod*-se!
Já uma pessoa não pode querer ser boa e fazer alguma coisa pela sociedade!

quarta-feira

Preguiça, ou de Como os Almoços Com as Amigas nos Tiram a (Pouca) Vontade de Trabalhar!




Depois de um bom almoço com boas amigas, quem é que tem vontade de trabalhar, quem é?!
Eu não!
E a breve ida às compras não ajudou. Ficou tanto para ver!

Quem nunca sentiu esta preguiça pós-almoço que atire a primeira pedra!!

;)

terça-feira

Hã?

Imagem tirada da Net



Desde miúda que ouço dizer: "Ó raça da cachopa, parece que tem bicho carpinteiro!"

Até pode ser verdade.

Eu não parava quieta, fazia todas as tropelias e mais alguma, desde pegar num pacote de farinha e atirar punhados ao ar para fazer de conta que estava a nevar em casa; ou soltar as perdizes do meu pai porque, coitadinhas, eram muitas, a gaiola era pequena e a correr pelo quintal é que elas estavam bem; até ir lavar a roupa da minha boneca favorita (a Vânia!) para o bidé da minha vizinha enquanto toda a família e vizinhos procuravam por mim com um desespero avassalador; enfim, fiz de tudo um pouco e tive uma infância fenomenal!

Diziam que "isto acaba por lhe passar".

Pois não sei se passou!

Confesso que continua a custar-me estar parada muito tempo no mesmo lugar, com as mesmas pessoas, a fazer a mesma coisa ou a falar dos mesmos assuntos.
Gosto mais de estar sempre on the move!
Ver coisas novas, conhecer gente nova, visitar lugares novos. Fazer coisas!

Quando vou passear para uma serra, sou a primeira a subir para cima de uma rocha, uma árvore ou qualquer outra coisa que represente um desafio.
E às vezes até corre mal! Tornozelos torcidos, joelhos esfolados, mãos arranhadas, tudo faz parte da diversão!
Desde que seja novidade!

Não que o conhecido, o habitual, não me traga algum conforto, talvez até um certo à-vontade que não encontro em situações desconhecidas, mas a emoção da vida é mesmo essa, não é? A descoberta, a adrenalina, o inesperado... Até a asneira!

Isto é tudo muito certo, muito bonito, mas levanta uma questão quanto a mim inquietante:

Como é que eu, que gosto tanto de movimento e novidade, me sinto mais feliz que nunca numa relação que dura há uma dezena e meia de anos e mais realizada que nunca por ter um trabalho que me "obriga" a estar sentada em frente ao computador durante a maior parte do meu dia?!

Como é que sinto que existo pacifica e alegremente em dois mundos tão contraditórios?
Hã?

segunda-feira

Palavras Para Quê?!

Imagem tirada da Net


Digo eu que estes tipos estão a aproximar-se da excelência do humor em Portugal!!
As piadas são inteligentes e suficientemente castiças para toda a gente achar piada; as entrevistas do Bruno Nogueira são incomparáveis - não sei como é que ele se aguenta e não se escangalha a rir! - e o Nuno Lopes... bem, tiro-lhe o chapéu! Amei vê-lo a dançar com o tio!! É um portento! E ainda por cima giro, pá!!

Palavras para quê? São artistas portugueses!

sábado

É do Frio!


Para a semana tenho meeesmo de trabalhar!
Sob risco de me lixar muito lixadinha!

O que vale é que vai ser um projecto interessante!
But still... não se faz sozinho!
Ai, ai!

Se alguém perguntar: É do frio, é do frio!!

De Hoje em Diante...



Foi uma semana comprida e difícil, mas felizmente já acabou.
Agora o melhor que podemos fazer é tentar recomeçar; pegar na vida onde ela parou e avançar,
com a certeza de que há coisas que mudaram - para melhor ou pior ainda não sabemos ao certo, sabemos apenas que mudaram.
E é assim mesmo, não é?
De vez em quando o inesperado acontece e é nas piores situações que percebemos quem gosta realmente de nós e quem estará sempre ao nosso lado.
No matter what.

sexta-feira

Não Tá Frio...Tá Muito Frio!


Hoje nevou!

Eu que amo de paixão ver neve, andar na neve, tocar na neve, até comer neve, tou que nem posso com o frio! Ou como dizia o outro: I am that I can't! Com o frio! 'dasse!

É lindo? É sim senhor, mas se der uma pancadinha no nariz ele estala.
Está todo enregeladinho!...
O nariz e não só!
Um drama!

Daqui a bocadinho meto-me na sauna e quero ver quem é que me tira de lá!!

Nota mental: na próxima casa que tiver, é obrigatório haver soalho aquecido!

quarta-feira

Porque Rir Faz Falta

Imagem tirada da Net

Ontem à noite estávamos a fazer um exercício de memória para "repescar" as coisas que mais nos fizeram rir nos últimos tempos.

Não foi preciso muito esforço para desencantar histórias hilariantes e voltar a rir a bom rir!

Lembrei-me de uma conversa que ouvi já há algum tempo e que me fez rir como se não houvesse amanhã:

[...]

- E então a professora disse-me assim: "Olhe, o melhor é levar o miúdo ao médico porque ele é capaz de ser imperativo". E eu fui. Meti pernas ao caminho e fui ao médico da caixa e disse-lhe que estava lá porque o meu filho era imperativo e eu não sabia o que fazer.
- Imperativo? Mas o que é isso?
- É daqueles miúdos que não conseguem estar quietos.

[...]

Porque é bom rir, faz bem ao corpo e à alma.
E sabe sempre bem gozar com as patacoadas dos outros!!
Que alguém gozará com as nossas!!


Em jeito de nota de rodapé: também gostei muito de ouvir alguém dizer: "todas as noites faço uma auto-análise a mim própria."!!!!!!!!

sábado

Tão Nada...


O que fazer quando a minha melhor amiga está a sofrer e não está ao meu alcance acabar, nem sequer aligeirar, esse sofrimento?
A dor daqueles que mais amo também pesa no meu coração e faz-me perceber como sou impotente perante os caprichos implacáveis da vida.

Somos tão pequeninos...
Tão insignificantes.
Tão frágeis.
Tão nada.