sexta-feira

Stop the glorification of busy!

Li há algum tempo, esta frase que não me sai da cabeça:

Stop the glorification of busy!

Não sei se é daquelas coisas a que chamam os problemas do mundo moderno, mas a verdade é que quase toda a gente que conheço anda sempre muito ocupada, tem sempre mil e uma coisas para fazer e nunca parece haver tempo para tudo. E eu sou a pior de todas, porque ando sempre a dizer que não tenho tempo para nada.
Acho honestamente que é mentira!
Tenho tempo sim, só estabeleço é prioridades estranhas mesmo até à última e depois ando aos papéis!Então se até tenho tempo para estar aqui a escrever isto! - Ó pra mim aqui!!

Por isso, este vai passar a ser um dos meus mantras, daquelas coisas que procuro relembrar sempre que a sanidade mental ameaça fugir-me.
Vou arranjar tempo para tudo, para os amigos, para a família, para ler os textos de uma querida amiga com quem estou a falhar terrivelmente... vou fazer tudo como deve ser!
Porque tempo até vou tendo, utilizo-o é muito mal.
Mas os meus dias também têm 24 horas como os das outras pessoas!


*
*



segunda-feira

:)







quarta-feira

Pero que las hay...


Fico tão lixada quando aqueles testes parolos que se fazem na net dão nisto:


Your Stress Sources

Eager to make a good impression, but worried and doubtful about the likelihood of succeeding. Feels that she has a right to anything she might hope for, and becomes helpless and distressed when circumstances go against her. Finds the mere possibility of failure most upsetting and this can even lead to nervous prostration. Sees herself as a 'victim' who has been misled and abused, mistakes this dramatization for reality and tries to convince herself that her failure to achieve standing and recognition is the fault of others.

Your Actual Problem

Depleted vitality has created an intolerance for any further stimulation, or demands on her resources. This sense of powerlessness, combined with frustration that she cannot control events, subjects her to agitation, irritation, and acute distress. She tries to escape these by stubborn insistence on her own point of view, but the general condition of helplessness renders this often unsuccessful. Is therefore very sensitive to criticism and quick to take offense.

Your Actual Problem #2

Disappointment and the fear that there is no point in formulating fresh goals have led to anxiety. Desires recognition and position, but is worried about her prospects. Reacts to this by protecting at any criticism and resisting any attempt to influence her. Tries to assert herself by meticulous control of detail in an effort to strengthen her position.


Fogo!...

*
*



segunda-feira

Setembro promete!



Pronto, a esperança deu frutos, o desafio está lançado, a cabeça está a mil e os braços a menos quinhentos!
Mas tudo se há-de arranjar.
De costas ou de barriga, chego lá!
Temo que será de barriga... ou de rastos.
Mas chego lá...

Entusiasmada, receosa, decidida, insana: estou assim, "não necessariamente por esta mesma ordem"!


*
*

sábado

Breathe in... Breathe out...



Se há coisa que tenho de me recordar constantemente, sob pena de ir desta para melhor em todos os sentidos possíveis e imaginários, é para parar cinco segundos, desligar a cuca e respirar.
Só respirar, de olhos fechados, sentada no chão de pernas cruzadas.
Inspira... expira...
E repete.

Parece fácil, mas não é.

*
*


segunda-feira

Tão giro!


E tão verdade... a segunda parte, claro!







*
*